sábado, 23 de fevereiro de 2013

Mitologia Grega - A Criação

Bom galera, dando continuidade a nossa série sobre o mundo da mitologia grega, em ordem cronológica ( SÓ QUE NÃO) , falaremos sobre o início de tudo, aonde o universo tinha apenas dois "objetos" se assim, pode ser dito : O CAOS e a DERCY GONÇALVES, bem chega de papo e vamos ao post, boa leitura..


A CRIAÇÃO

    Antes do mundo ser  a zona que é hoje, ele era uma zona, so que mais organizada em apenas uma massa distinta, ao qual se deu o nome de CAOS (não se sabe quem deu esse nome, mas de qualquer modo foda-se). O Caos era um troço meio estranho, imaginem a meleca que sai do seu nariz, quando você se encontra resfriado, agora imaginem essa mesma meleca como algo que você não saberia descrever nem quanto ao aspecto, nem quanto a composição, o CAOS era, bem... não sei como o CAOS era, mas devia ser algo menos nojento do que isso.
   A terra, o mar e o ar, estavam nesta bagunça, isso nos mostra que a putaria vem desde tempos antigos...Um certo Deus  possivelmente a Dercy, resolveu por fim nessa bagunça ja que não tinha sido convidada pra essa orgia, e resolveu separar todos, e colocar cada um, no seu devido lugar, o ar sendo o mais fresco, ficou pairando nos céus, a terra era uma massa tão pesada que ele decidiu dar a função de "segura-la", ao querido mar, ficando a parte de cima do espaço em que existimos sobre responsabilidade do ar, e o restante do espaço sobre responsabilidade da terra e do mar, e assim formou-se a estrutura do mundo que nós conhecemos hoje. ( OU NÃO )
    Dercy não contente, pois não existia graça em um reality show, sem participantes marionetes, resolveu então distribuir seres, que viveriam em cada um dos três elementos vindos do CAOS, e assim sendo, colocou aves no ar, peixes no mar e quadrúpedes na terra, porém faltava, uma animal mais nobre (mal sabia da cagada que iria fazer), e resolveu criar a pior invenção feita até hoje, que é o homem. Mas antes do homem ser criado, existia uma raça de seres que ja caminhavam sobre a terra, chamado de Paralamas do Sucesso  TITÃS. Um desses Titãs era Prometeu, que ficou encarregado de criar tal criatura nobre, que se chamaria de homem, Epitemeu irmão de prometeu tambem foi contratado pela Dercy, para que  fosse criado o ser mais nobre.

E criaram o homem, para se tornar o ser mais nobre e superior, perante aos outros seres.

  Mas eles ja haviam distribuídos todas as qualidades e características aos animais, dando rapidez a um, astúcia a outro, proteção própria a um terceiro, e assim, quando chegou a vez do homem, não restava nenhuma qualidade particular que faria do homem, um ser tão superior aos demais  ja criados. Foi então que Epitemeu, que não sabia utilizar o Ctrl Z, recorreu a Prometeu para que esse, tivesse uma ideia sobre o que fazer com o inútil do homem que tinha sido criado. Prometeu então resolveu subir aos céus e roubar um pouco do fogo celestial, e dá-lo de presente ao homem ( resumindo, Prometeu, so fez cagada )... Ao olhar de Prometeu, dando tal elemento ao homem, daria a ele superioridade sobre os demais seres, pois o fogo lhe forneceria,  o poder de construir armas que subjugaria os demais animais, ferramentas para que se trabalhasse a terra, aqueceria sua morada independente do clima, entre outros benefícios.
  Júpiter puto da vida, ao saber que um ser filhadamãe futuramente conhecido como corintiano, havia furtado algo divino, resolveu castigar Prometeu, e o acorrentou a uma pedra , incumbindo um abutre a lhe rancar o fígado sendo que a medida que esse fígado era devorado, ele se regenerava, mantendo assim um ciclo infinito de punição, mais tarde quebrado por KRATOS, que matou Prometeu, porque, bem ... porque ele quis.

Prometeu, pensando sobre a vida, o universo e tudo mais, enquanto seu fígado era devorado.

  Após a criação do homem, o mundo viveu três idades distintas : A idade do ouro, a idade da prata, a idade do bronze e a idade do ferro.
Na idade do Ouro, reinava-se a Justiça e a verdade, florestas mantinham-se intactas, armas eram objetos desconhecidos, a terra dava ao homem tudo o que ele precisava, era composta por uma primavera infinita, os rios eram de leite e vinho, e o carvalho era mel.

Idade do Ouro, o mar do Rio de Janeiro era de Heinekens, e tinha um abridor de braços abertos pra você.

Logo veio a Idade da Prata, inferior a idade do Ouro, Júpites (R.I.P) , dividiu a primavera em estações do ano, o homem descobriu o rigor do calor e do frio, foi preciso plantar para sobreviver. O homem teve que semear e arar a terra com auxilio de bois.
  Em seguida veio a Idade do Bronze, ja com o conhecimento sobre as armas, mas não inteiramente "cruel".
  Mas daí surgiu a Idade do Ferro, melhor do que a que vivemos hoje em dia, o crime irrompeu, todas as coisas boas fugiram pras colinas, árvores foram derrubadas, a terra que antes dividia-se igualmente entre os homens, passou a ser possuída por poucos, escavou-se a terra em busca de riquezas, surgiu a guerra, e a terra tingiu-se de sangue.
  Vendo aquela zona toda, Júpiter (R.I.P), resolveu acabar com a bagunça, e reunindo-se com a Liga da Justiça, propôs o fim da raça humana. A intenção era jogar um raio e acabar tudo em um mar de chamas, mas mudou de ideia e com a ajuda de Netuno, resolveu inundar o mundo, e assim foi feito, apenas um monte, o Parnaso ultrapassava a água. Ali apenas dois humanos sobreviveram, e um deles, não era Noé !!


  Continua no próximo post...



Comentários
0 Comentários